Obed Rodrigues de Souza

"Creio para compreender, compreendo para crer melhor." Agostinho de Hipona

Textos

Resfriado
Este poema, foi escrito em 2009, quando a gripe suína H1N1, assustou muita gente .
              RESFRIADO

Ontem, de repente, o mundo acordou gripado
De repente,
Apesar de toda tecnologia,
Não tínhamos nada preparado,
Para um inesperado resfriado.

Uma gripe, um resfriado,
Deixando a todos um recado: Cuidado !
Eternidade te tens  por avisado!
O ar que tu respiras pode estar contaminado.
Melhor que vivas  preparado.

Edifício da tua vida -  Fragilidade :
Construído com material de pouca qualidade.
Deus porém, tem tudo preparado na eternidade.
Seu filho no calvário imolado
Para a humanidade resgatar,
E  acima do azul do céu tê-la sempre  ao seu lado.
Vida que não finda
Com um simples  resfriado.

Obed Rodrigues de Souza
Enviado por Obed Rodrigues de Souza em 24/05/2009
Alterado em 24/03/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras