Obed Rodrigues de Souza

"Creio para compreender, compreendo para crer melhor." Agostinho de Hipona

Textos

ONDE NASCE O DIA
‘ … Moisés olhou , e eis que a sarça ardia no fogo, e a sarça não se consumia.’ Ex. 3:

Às vezes fico a pensar
Porque  nossos vasos de barro ainda não se quebraram.
Confusa e maravilhada
Busco  o porquê de não termos perecido na noite anterior.
Todos os dias , ao abrir minha janela para uma nova manhã
Não consigo evitar  o cheiro de morte e cinzas dos mortos deixados atrás:
Os nazistas e cinco milhões de  judeus exterminados,
Hiroshima e Nagazaki,
A fome das crianças africanas,
As favelas brasileiras debaixo do fogo do tráfico,
A faixa de Gaza e o milenar conflito,
A luta por liberdade nos porões das prisões...
A queda e ascenção de nações...
O clamor do pobre e inocente,
O medo dos ricos...

Não consigo parar de pensar
Porque o fio de prata, uma vez mais
Não se rompeu – e os homens assim:
Feito anjos caídos no abismo do nada:
Arando  em seus corações solos sagrados    de batalha
Entesouram    troféus dourados ,
Como prêmio  por  ódio glorioso,
Cavando a própria  sepultura.
E ao  forjar  solo dito santo,
Para alimentar almas heróicas
De bravos leões mortos, agora santificados  ,
Da cova então , semeiam  sementes
De fanatismo em campos de flores de plástico.


Então eu me lembro, do que foi dito
De um fogo que não se apaga,  fogo que não  queima:
A  sarça ardente: Ardia , mas não se consumia.
Fogo que não destrói , nem aniquila !
Fogo que fala!
Não,  não estou falando de um guardador de fogo!
Não, Ele, Ele mesmo  - o fogo!
Sim, fogo que fala! Separando o eterno do existente! O passageiro do absoluto!
Onde folhas secas, arbusto sem valor não morrem.  
Lugar secreto este, onde a morte não é vitoriosa , mas derrotada.
Vida à prova de fogo! E fogo eterno!
Fogo que mantém as ambições humanas bem longe,
Onde nem a ira dos deuses, nem os desejos dos homens podem chegar.

Este lugar é altar secreto, onde os feitos e o sangue
De heróis sem glória humana, são mantidos como memorial
A anunciar o raiar de um novo começo.
Fortaleza de vida contra a morte : o amanhã contra o nunca.
Santuário  onde desejo que estejam  todos os corações humanos depositados como oferta.
Este lugar é grávido de dias, séculos, milênios ... Eternidade
É o coração de Deus : onde nasce  o novo dia .







Obed Rodrigues de Souza
Enviado por Obed Rodrigues de Souza em 25/05/2009
Alterado em 02/06/2009


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras