Obed Rodrigues de Souza

"Creio para compreender, compreendo para crer melhor." Agostinho de Hipona

Textos

Água Viva
"... Aquele , porém, que beber da água que eu lhe der, nunca mais terá sede, para sempre; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna. "  João : 4: 14

Longa será a jornada
O  silêncio  grita forte em mim
Minha alma tem sede.
Uma lágrima silenciosa insiste em cair
Cansada e  sozinha
Minha armadura, depus aos teus pés.
Sentada à beira do poço,
Nenhuma  condecoração  ou  medalha.
A vida insiste em dizer-me
Que não sou ficção,
Nem estrela de Hollywood.
Eu, eu mesma, sem nenhuma maquiagem.
Não,  nenhuma rendição à morte!
Escolhi acreditar,
Por isso vim, porque quero dizer-te:  
Estou cansada, Senhor !
Árduo é o caminho ,
Esta estrada pouco trafegada  que tomei exige coragem...
Melhor seria viver apenas pelo que os olhos vêem
Mas  ouso acreditar, e buscar o invisível .
Vim tirar água do poço,
Porque não vou parar, devo continuar
Quero da tua água!
Lanço toda a minha solidão aos teus pés .
Ah, meus pés e teus pés... empoeirados...
Esta poeira da estrada cobrindo-nos a nós dois ,  
Tu, tão poderoso, contudo  tão próximo a mim.
Vim para compartilhar do  meu eu  com o teu ‘ eu sou’
E aproveitar  deste encontro revigorador.
Quero estar onde brotam estas águas de vida que é eterna.  
Vim para dividir minha humanidade contigo,
A tua presença é  descanso e refrigério.
Deposito-me  aos teus pés.
Diante da tua presença nesta hora
O mais íntimo do meu ser,
Completa rendição de tudo o que sou  e ainda serei diante de ti .
E neste doce momento de comunhão
Quando o vazio que há em mim
Encontra  o teu ser
Bebendo da água que brota de ti
Minhas forças são renovadas para continuar a viagem
E então, erguer-me-ei  sustentada pela verdade de saber  
Que sou aceita por ti, a despeito de ser quem  sou .
Afinal, não foste tu que nos chamaste de ‘amigos’?
Ao invés de ‘ Senhor ‘, preferiste  ser irmão :
Filho do homem te tornaste então.
Fonte de amor cuja nascente brota da tua graça
Feito agora rio de vida para mim,
Trono de amor, dentro do meu coração.



Obed Rodrigues de Souza
Enviado por Obed Rodrigues de Souza em 30/05/2009
Alterado em 02/06/2009


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras