Obed Rodrigues de Souza

"Creio para compreender, compreendo para crer melhor." Agostinho de Hipona

Textos

Espetáculo Pós-moderno

“ Mas o que não consegue me encontrar faz mal à sua própria alma; todos os que me odeiam amam a morte.“ Prov. 8:36
'A sabedoria edificou a sua casa; lavrou as suas setes colunas. Sacrificou suas vítimas, misturou o seu vinho; já preparou o seu vinho.'  Prov. 9: 1-2

Espetáculo Pós-moderno

Estou tão bem ...
Enterrei meus mitos
Ciência – fé – tradição
Holocausto das ideias.
Diante do vazio
Meus olhos fitos.
No altar da liberdade
Sufoquei meu grito por eternidade.

Em plena praça
Sob a luz do sol
Minha consciência
Joguei na lata de lixo.
Eu... Eu mesmo - meu crucifixo
Desafiei minha identidade
No festim à deusa liberdade
Como fiel sacerdote
Erigi um altar à minha vaidade.

Quedo-me, desde então
Solitário no panteão dos deuses
Estrela a brilhar
Em espetáculo singular ...
Solidão eterna, porém...
Insiste a me perseguir
Homem ou mulher ?
Dançando procuro meu par

Mas o Pai - visitante indesejado
À porta, continua a insistir ...

Eu, em marcha... d´Ele continuo a fugir.



Obed Rodrigues de Souza
Pedra Azul – MG – 10/06/15
Obed Rodrigues de Souza
Enviado por Obed Rodrigues de Souza em 10/06/2015
Alterado em 06/01/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras